Mensagens

ANUNCIAR O EVANGELHO, ALGO SUBLIME E URGENTE

ANUNCIAR O EVANGELHO, ALGO SUBLIME E URGENTE

Escrito por | 03/10/2016

"Que formosos são sobre os montes os pés do que anuncia as boas-novas, que faz ouvir a paz, que anuncia coisas boas, que faz ouvir a salvação, que diz a Sião: O teu Deus reina” (Isaías 52.7). De todas as coisas boas desta vida, uma é maravilhosa aos olhos de Deus: anunciar o Evangelho da paz. As palavras do texto bíblico acima é um incentivo do profeta Isaías ao povo de Sião, quando estava cativo. O profeta como porta-voz de Deus o encorajou e pediu que anunciasse as Boas Novas: “Que formosos são sobre os montes os pés do que anuncia as boas-novas...” (Isaías 52.7). Os pés dos que anunciam as Boas Novas do Evangelho, são formosos aos olhos de Deus. Não há nada melhor do que a mensagem do Evangelho. O apóstolo Paulo diz que o Evangelho é coisa boa: “...Quão formosos são os pés dos que anunciam coisas boas” (Romanos 10.15). Uma coisa devemos ter por certo: quando anunciamos o Evangelho, Deus estará em nossa retaguarda. O texto de Isaías 52.12 diz: “O Senhor irá adiante de vós, e o Deus de Israel será a vossa retaguarda”. Quando os apóstolos foram perseguidos por pregarem o Evangelho “A mão do Senhor estava com eles” (Atos 11.21). Na distribuição da Grande Comissão, Jesus disse aos discípulos: “Eis que estou convosco todos os dias” (Mateus 28.20). Não podemos deixar de pregar o Evangelho! É caso de urgência! O povo perece por falta de trabalhadores na seara. O Evangelho pregado é o convite da salvação distribuído. Não podemos desprezar a mensagem do Evangelho de Cristo. Não deixe de pregar e pregar com urgência! Deus estará com você. Reverendo Diogo Santana Rocha Pastor da Igreja Presbiteriana Independente de Nova Resende, MG Presidente do Sínodo das Minas Gerais e Secretário de Música e Liturgia do PSDM


Projeto Toledânia