Mensagens

DECIDINDO POR JESUS

DECIDINDO POR JESUS

Escrito por | 27/10/2016

"Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim não é digno de mim; quem ama seu filho ou sua filha mais do que a mim não é digno de mim; e quem não toma a sua cruz e vem após mim não é digno de mim" (Mateus 10.37,38). A vida do ser humano é feita de decisões. As pessoas decidem por comida, bebida, estudos, profissões, amizades, namoro, casamento, quantidade de filhos, moradia, etc.; decidem até a quem devem amar ou odiar. Mas existe algo que as pessoas geralmente têm grande dificuldade em decidir: amar a Deus acima de tudo. Josué convivia com pessoas assim e resolveu tomar uma decisão por ele e sua família: "Porém, se vos parece mal servir ao SENHOR, escolhei, hoje, a quem sirvais: se aos deuses a quem serviram vossos pais que estavam... Eu e a minha casa serviremos ao SENHOR" (Josué 24.15). Essa tomada de decisão é uma forma de negação; negação a si mesmo, ao egoísmo que nos impede de servir a Deus. Decidir por Jesus, implica se necessário, como disse o próprio Jesus, deixar pai, mãe, filhos e amigos. Isso pode ter o peso de uma cruz; mas é justamente o que Jesus disse: "quem não tomar a sua cruz e seguir-me não será digno de mim". Fazer isso nem sempre é agradável, mas é preciso. Decidir por Jesus é compreender a aceitar que só Ele salva; que não há salvação em nenhum outro a não ser Jesus. Decidir por Jesus não traz prejuízos, e sim benefícios. Decida por Ele.

Reverendo Diogo Santana Rocha
Pastor da Igreja Presbiteriana Independente de Nova Resende, MG Presidente do Sínodo das Minas Gerais e Secretário de Música e Liturgia do PSDM

Projeto Toledânia